Decorreu o primeiro Workshop do projeto europeu MISTIC SEAS III

O Instituto Espanhol de Oceanografia (IEO) acolheu o primeiro Workshop do projeto coordenado pelo Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia – MISTIC SEAS 3, em Tenerife (Canárias).

O MISTIC SEAS 3 visa definir uma abordagem comum para abordar o Descritor 4 (D4) – cadeias tróficas da Diretiva-Quadro da Estratégia Marinha (DQEM) na Macaronésia (Açores, Madeira e Ilhas Canárias). O principal objetivo desta Diretiva Europeia consiste em alcançar o bom estado ambiental (BES) das águas marinhas, tendo para tal definido 11 indicadores (descritores) para a avaliação do estado das águas marinhas, estabelecido programas de monitorização, bem como medidas para melhorar os habitats e estado de conservação de espécies marinhas.

Durante dois dias, o consórcio deste projeto trabalhou conjuntamente com a comunidade científica de Portugal e Espanha, com o intuito de contribuir ativamente para o avanço do conhecimento sobre a biodiversidade marinha da Macaronésia. No âmbito da cooperação estabelecida entre os Governos de Portugal e Espanha, mais de 30 especialistas do ambiente marinho abordaram o estado de saúde das cadeias tróficas dos oceanos.

O foco principal deste workshop consistiu na decisão sobre os melhores indicadores para a avaliação do estado destas cadeias tróficas e sua aplicabilidade na sub-região da Macaronésia, na avaliação das ferramentas e metodologias mais úteis para esse fim e na identificação das lacunas de dados para que, quando necessário, se proponha programas para a recolha dos mesmos.

A mesa de abertura deste workshop foi dirigida pelo Consejo de Investigaciones Científicas e pela Fundación Biodiversidad del Ministerio para la Transición Ecológica e contou com a presença do Vice-Ministro de Combate às Mudanças Climáticas do Governo das Ilhas Canárias, Miguel Ángel Pérez, e do Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia representado pela coordenadora do MISTIC SEAS 3, Luz Paramio

Investigadores açorianos podem concorrer a projetos científicos na área da biodiversidade e das alterações climáticas

O Governo dos Açores, através do Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia (FRCT), informa que se encontra aberta até 5 de novembro uma convocatória, no valor global de 23 milhões de euros, para projetos científicos na área da biodiversidade e das alterações climáticas, denominada ‘Biodiversity and Climate Change’, no âmbito da ERA-NET BiodivERsA3 – Consolidating the European Research Area on Biodiversity and Ecosystem Services.

O Diretor Regional da Ciência e Tecnologia referiu que “os investigadores interessados podem contactar o Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia, que poderá dar apoio no processo de candidatura e na procura de parceiros internacionais”.

Bruno Pacheco afirmou ainda que o FRCT participa como parceiro de consórcio e entidade financiadora do BiodivERsA3 e integra a convocatória para a Joint Call 2019-2020 “com o montante de 100 mil euros para as equipas de investigação regionais”.

O FRCT já havia participado na primeira convocatória, realizada em 2014-2015, que permitiu o financiamento de dois projetos que estão em curso, nomeadamente o MARFOR e o BIOINVENT, em parceria com investigadores da Universidade dos Açores, e que se traduzem num investimento de 154 mil euros.

Governo dos Açores realiza workshop sobre novas tecnologias marítimas, na Horta

O Governo dos Açores, através do Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia (FRCT), organiza terça-feira, 22 de outubro, na Horta, o workshop ‘Novel technologies to aid MSFD monitoring and interregional integration’, destinado à apresentação de novas tecnologias envolvidas na monitorização da Diretiva Quadro Estratégia Marinha (DQEM) e à sua integração em missões de natureza regional e internacional.

Segundo o Diretor Regional da Ciência e Tecnologia, esta iniciativa “foca a importância de tecnologias inovadoras na monitorização oceânica, assim como o papel de outros intervenientes nesta área científica, tais como entidades representativas da indústria e da investigação”.

(mais…)

Abertura de convocatória “Biodiversity and Climate Change” Prazo de submissão de candidaturas até 5 novembro

Informa-se que se encontra aberta a convocatória, no valor global de 23 milhões de euros, “Biodiversity and Climate Change”, no âmbito da ERA-NET BiodivERsA3.

O FRCT integra a convocatória para a Joint Call 2019-2020, com o montante de 100 mil euros, para as equipas de investigação regionais, disponibilizando-se de imediato a prestar informações a potenciais interessados.

O prazo para submissão de candidaturas termina a 5 de novembro.

Está previsto realizar-se uma sessão de esclarecimento na Universidade dos Açores, a 21 ou 22 de outubro, em hora a agendar.

Inscreva-se aqui.

(mais…)

GOVERNO DO AÇORES PARTICIPA NAS JORNADAS DE ESTRATÉGIAS REGIONAIS DE ECONOMIA AZUL DO PROJETO SMARTBLUE

O Governo dos Açores, através do Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia, participará nas Jornadas de Estratégias de Economia Azul regionais e Reunião de Sócios do projeto SMARTBLUE, que decorrerá nos próximos dias 25 e 26 de Setembro de 2019, na Associação Comercial e Industrial do Funchal (ACIF), Madeira.

(mais…)

“MacaroNight – Noite Europeia dos Investigadores” regressa a 27 de setembro com Ciência para todos

O Diretor Regional da Ciência e Tecnologia realçou hoje a importância do projeto ‘MacaroNight – Noite Europeia dos Investigadores da Macaronésia’, que este ano decorre a 27 de setembro, enquanto “motor de divulgação da cultura científica”, enfatizando o facto deste tipo de iniciativas “permitir reforçar o trabalho em rede” dos Centros de Ciência dos Açores.

Bruno Pacheco defendeu, neste sentido, que a aposta do Governo dos Açores passa, precisamente, por garantir que os Centros de Ciência da Região “trabalhem cada vez mais em rede, levando as mais variadas atividades a todas as ilhas do arquipélago”.

(mais…)

Ponta Delgada acolhe workshop sobre fundos europeus para a internacionalização de empresas inovadoras

O Governo dos Açores, através do Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia, a Agência Nacional de Inovação (ANI) e a Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada promovem, na próxima quinta feira, 18 de julho, uma sessão de esclarecimento sobre instrumentos financeiros da Comissão Europeia para a internacionalização de pequenas e médias empresas (PME) inovadoras.

Durante este workshop, que se realiza no âmbito do projeto FIMAC – Plataforma de Aceleração de PME através das Tecnologias do Futuro, cofinanciado pelo Programa Interreg Mac 2014-2020, e que visa também impulsionar o uso de tecnologia gratuita FIWARE, estará em análise o SME Instrument, que prevê o financiamento de projetos inovadores com origem em ‘start ups’ e PME.

(mais…)

Nunca se investiu tanto em ciência nos Açores como hoje, afirma Gui Menezes

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia destacou hoje, em Angra do Heroísmo, o facto de terem sido criados nos Açores, pela primeira vez, projetos de investigação de pós-doutoramento em contexto empresarial.

Gui Menezes afirmou que o Governo Regional “assumiu como prioridade o estímulo à investigação e à inovação nas empresas”, tendo canalizado, nesse sentido, “todos os recursos disponíveis no Programa Operacional” para esta área, como é o caso da criação de seis bolsas de pós-doutoramento, que correspondem a um investimento da Região superior a 400 mil euros.

(mais…)

Governo dos Açores participa, em França, na reunião do projeto europeu AQUA-LIT

O Governo dos Açores, através do Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia (FRCT), participa quarta e quinta-feira, em França, na segunda reunião do projeto europeu AQUA-LIT, que vai decorrer na cidade de Boulogne-sur-Mer.

Este projeto, financiado pelo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP), no âmbito da S2 MARINE LITTER, tem como objetivo desenhar medidas preventivas para evitar o descarte de lixo proveniente da indústria da aquacultura no mar.

(mais…)

Açores contribuem para rede mundial dos sistemas de observação da Terra

“O Governo dos Açores, através do Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia (FRCT), apresenta em Lisboa, durante o workshop EuroGEOSS, de 3 a 5 de julho, os resultados preliminares da implementação do projeto Marine Earth Observation (Marine-EO), o primeiro projeto transnacional europeu na modalidade de parceria para inovação no domínio da observação da Terra.

Esta rede internacional, que reúne um grupo de uma centena de governos, desenvolve um plano estratégico para que as decisões e ações sejam apoiadas em sistemas altamente desenvolvidos e tecnologicamente avançados a partir de dados de observação da Terra.

(mais…)

Página seguinte »