Projects

Sofia Margarida Pontes Teixeira
Precision feed a tool to combat climate changes
Institution Center: Instituto de Investigação e Tecnologia Agrária e do Ambiente dos Açores (IITA-A)
E-Mail: sofia.mp.teixeira@uac.pt
State: ongoing
Objectives:

Animal feed optimization, paying attention to animal health as also to the environment, is one concern in this research. Precision feed, will help farmers optimize efficiency and profitability and will have a positive effect on animal health, animal welfare and the environment. By conducting innovative research, we hope to show farmers the latest interests in food and nutrition.
Another aim of this project is to implement resilient agricultural practices that increase productivity and production, introducing alternatives foods in animal diets, evaluating the effects of non-conventional plants to feed the animals and adopt proper mitigations strategies regarding climate change and its impacts. We expect to reduce carbon production by reducing CH4 produced by ruminants.
Livestock production in direct feeding regions often see themselves confronted with periods of pasture production shortage, motivated by normal production curves of pasture or adverse weather conditions strongly influencing grass production. Being so, we will see if feeding animal with non-conventional plants or by-product (Arundo donax, Musa Spp…) is possible, to supplement those periods of scarcity. Considering the various aspects of the nutritional value of food and its determination, the growing progress in the knowledge of the nutritional composition of food and analysis methodologies is essential in making the best practice decision to meet the nutritional needs of animals. After, we expect to increase feed efficiency by optimizing the energy and protein content in feed, using precision feeding techniques to match animal requirements.
In addition, we idealize methane reduction, through non-conventional plants. The amount of methane produced is directly related to the type of food consumed and the level of intake, in addition to other factors such as animal size, growth rate, production level and environmental temperature. The loss of methane from ruminants also represents a loss of dietary energy, so initiatives to reduce emissions also represent an opportunity to improve the efficiency of livestock production.
This project is in agreement with United Nations agenda for 2030, since the main goal is to implement resilient agricultural practices that increase productivity and production, introducing alternatives foods in animal diets, evaluating the effects of non-conventional plants to feed the animals and adopt proper mitigations strategies regarding climate change and its impacts.

A produção pecuária em regiões de alimentação direta geralmente vê-se confrontada com períodos de escassez de produção de pastagem, motivados por curvas normais de produção de pastagem ou condições climáticas adversas que influenciam fortemente a produção de erva. Sendo assim, veremos se é possível alimentar animais com plantas ou subprodutos não convencionais (Arundo donax, Musa spp …), para complementar esses períodos de escassez. Considerando os vários aspetos do valor nutricional dos alimentos e sua determinação, o crescente progresso no conhecimento da composição nutricional dos alimentos e nas metodologias de análise é essencial para a tomada de decisões sobre as melhores práticas para atender às necessidades nutricionais dos animais. Depois, esperamos aumentar a eficiência da alimentação, otimizando o conteúdo de energia e proteína na ração, usando técnicas de alimentação de precisão para atender às necessidades dos animais
Além disso, idealizamos a redução de metano, por meio de alimentos não convencionais. A quantidade de metano produzido está diretamente relacionada ao tipo de alimento consumido e ao nível de ingestão, além de outros fatores como tamanho do animal, taxa de crescimento, nível de produção e temperatura ambiental. A perda de metano dos ruminantes também representa uma perda de energia na dieta; portanto, iniciativas para reduzir as emissões também representam uma oportunidade para melhorar a eficiência da produção pecuária. Este projeto vai de encontro com os objetivos da Agenda para 2030 das Nações Unidas, uma vez que o principal objetivo é implementar práticas agrícolas resilientes que aumentem a produtividade e a produção, introduzindo alimentos alternativos nas dietas de animais, avaliando os efeitos de plantas não convencionais na alimentação dos animais e adotando estratégias de mitigação adequadas em relação ao clima mudança e seus impactos.