Visitas de Acompanhamento aos projetos BIOINVENT e BIOTRANSFER 2
DATE: 20 July 2020
TIME: 00:00
LOCATION: Ambiente de Campo

O Presidente do Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia, Engº Bruno Pacheco, realizou visitas de acompanhamento aos projetos BIOINVENT & BIOTRANSFER 2, nas quais destacou a importância da transferência tecnológica para o desenvolvimento de soluções I&D+i inovadores.

A visita ao projeto BIOINVENT, conduzida pelo investigador responsável, Prof. Luís Silva, nos solos da freguesia da Ribeirinha, é projeto direcionado para a investigação na área da agricultura e serviços de ecossistema, que permitiu que pela primeira vez fosse estudada a componente microbiológica e funcional dos solos das pastagens dos Açores.

O BIONVENT é um projeto financiado pelo programa Horizonte 2020, através da ERA-NET BiodivErsA3, de que o FRCT, em representação do Governo dos Açores, é entidade parceira e financiadora, a qual atribui um montante de 100 mil euros, pelo período de 3 anos, à equipa do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade dos Açores, CIBIO-Açores, da Universidade dos Açores.

No âmbito do BIOINVENT, será produzido um bio inventário genérico da diversidade microbiana funcional existente nos solos de ecossistemas de pastagens permanentes ao longo de gradientes climáticos, numa dimensão pan-Europeia que decorrerá desde ao Açores até ao Norte da Suécia, estando atualmente a decorrer as amostragens de solos em São Miguel.

Na visita ao projeto BIOTRANSFER2, mais propriamente à prova de conceito em curso, foi efetuada uma visita às instalações da MUSAMI, para dar a conhecer o composto produzido e para demonstração da aplicação do Biocatalizador Az3W, desenvolvida pelo Centro de Biotecnologia dos Açores (CBA) da Universidade dos Açores, em colaboração com a MUSAMI, empresa associada ao projeto.

O BIOTRANSFER 2, cofinanciado pelo Programa INTERREG MAC 2014-2020, no qual o FRCT integra como parceiro, visa promover a transferência de conhecimento e novos processos biotecnológicos dos grupos de investigação para o meio empresarial, transformando-os em inovação.Neste projeto, o FRCT apoia o desenvolvimento de três provas de conceito com empresas locais, para testar a viabilidade económica das mesmas, através de pesquisas científicas realizadas pelo Centro de Biotecnologia dos Açores (CBA) da Universidade dos Açores.

A presente visita correspondeu a uma das provas de conceito que visa testar a eficiência de um acelerador biológico para compostagem de resíduos verdes, a partir de material em compostagem da MUSAMI, a qual pretende de preservar todas as características do composto original, mas com um tempo de compostagem menor, tornando, assim, o processo de compostagem mais rentável

Visitas de Acompanhamento aos projetos BIOINVENT e BIOTRANSFER 2
DATE: 20 July 2020
TIME: 00:00
LOCATION: Ambiente de Campo

O Presidente do Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia, Engº Bruno Pacheco, realizou visitas de acompanhamento aos projetos BIOINVENT & BIOTRANSFER 2, nas quais destacou a importância da transferência tecnológica para o desenvolvimento de soluções I&D+i inovadores.

A visita ao projeto BIOINVENT, conduzida pelo investigador responsável, Prof. Luís Silva, nos solos da freguesia da Ribeirinha, é projeto direcionado para a investigação na área da agricultura e serviços de ecossistema, que permitiu que pela primeira vez fosse estudada a componente microbiológica e funcional dos solos das pastagens dos Açores.

O BIONVENT é um projeto financiado pelo programa Horizonte 2020, através da ERA-NET BiodivErsA3, de que o FRCT, em representação do Governo dos Açores, é entidade parceira e financiadora, a qual atribui um montante de 100 mil euros, pelo período de 3 anos, à equipa do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade dos Açores, CIBIO-Açores, da Universidade dos Açores.

No âmbito do BIOINVENT, será produzido um bio inventário genérico da diversidade microbiana funcional existente nos solos de ecossistemas de pastagens permanentes ao longo de gradientes climáticos, numa dimensão pan-Europeia que decorrerá desde ao Açores até ao Norte da Suécia, estando atualmente a decorrer as amostragens de solos em São Miguel.

Na visita ao projeto BIOTRANSFER2, mais propriamente à prova de conceito em curso, foi efetuada uma visita às instalações da MUSAMI, para dar a conhecer o composto produzido e para demonstração da aplicação do Biocatalizador Az3W, desenvolvida pelo Centro de Biotecnologia dos Açores (CBA) da Universidade dos Açores, em colaboração com a MUSAMI, empresa associada ao projeto.

O BIOTRANSFER 2, cofinanciado pelo Programa INTERREG MAC 2014-2020, no qual o FRCT integra como parceiro, visa promover a transferência de conhecimento e novos processos biotecnológicos dos grupos de investigação para o meio empresarial, transformando-os em inovação.Neste projeto, o FRCT apoia o desenvolvimento de três provas de conceito com empresas locais, para testar a viabilidade económica das mesmas, através de pesquisas científicas realizadas pelo Centro de Biotecnologia dos Açores (CBA) da Universidade dos Açores.

A presente visita correspondeu a uma das provas de conceito que visa testar a eficiência de um acelerador biológico para compostagem de resíduos verdes, a partir de material em compostagem da MUSAMI, a qual pretende de preservar todas as características do composto original, mas com um tempo de compostagem menor, tornando, assim, o processo de compostagem mais rentável