Projetos

SMARTDEST
Avaliação e proposta de estratégia e desenvolvimento de ferramentas para a conversão das ilhas do espaço de colaboração como Destinos Turísticos Inteligentes
Contrato: MAC/1.1b/133
Tipo: INTERREG MAC 2014-2020 | 1ª Convocatória
Duração: 53 meses (08/11/2016 - 31/03/2021)
Estado: Em Curso
Coordenador: Sociedad de Promoción Económica de Gran Canaria, Canárias - Espanha.
Consórcio:

Parceiros
Sociedad de Promoción Económica de Gran Canaria, SAU (Canárias – Espanha)
Fundación Canaria Parque Científico Tecnológico de la Universidad de Las Palmas de Gran Canaria (Canárias – Espanha)
Patronato de Turismo de Gran Canaria (Canárias – Espanha)
FRCT – Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia (Açores – Portugal)
Universidade da Madeira (Madeira – Portugal)
Ayuntamiento de Las Palmas de Gran Canaria (Canárias – Espanha)

Participantes de Países Terceiros
ADEI – Agência para Desenvolvimento Empresarial e Inovação (Cabo Verde)
NOSI – Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação (Cabo Verde)

Parceiros Associados
Hiades Business Patterns, S.L.
Inerza, S.A.
DESIC, S.L.
Can Be Cloud, S.L.
Space 1999 Telecom, S.L.U.
Open Canarias, S.L.
Nartex Software, S.L.
07Globalan, S.L.
Edosoft Factory, S.L.
eDataConsulting, S.L.U.
Contactel Teleservicios, S.A.
Canarias Excelencia Tecnológica
Agrupación Empresarial Innovadora – AEI Turismo Innova Gran Canaria

Objetivo do projeto:

O SmartDest tem como principal objetivo promover a cooperação entre os arquipélagos dos Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde para transformar estes territórios em Destinos Turísticos Inteligentes (DTI).

O projeto visa resultados práticos através de ações pilotos nas 4 regiões parceiras, através da implantação de soluções tecnológicas desenvolvidas pelas empresas, juntamente com centros de investigação. Por conseguinte, o SmartDest procura promover um destino turístico inovador, acessível, integrado, conectado e competitivo, consolidado sobre uma infraestrutura tecnológica que garanta o desenvolvimento sustentável do território e que facilite a interação e integração do visitante com o destino e os residentes, enriquecendo a experiência turística e a qualidade de vida dos residentes.

Envolvimento do FRCT :
O FRCT integra o SmartDest como beneficiário, sendo responsável pela implementação do projeto, nos Açores, tendo as tarefas específicas de elaborar uma Proposta de Plano de Conversão dos Açores em Destino Turístico Inteligente (DTI) e implementação de ações na área piloto – Praia da Vitória, na ilha Terceira (criação de soluções tecnológicas inovadoras).

Responsabilidades no projeto:
O FRCT integra o SmartDest como beneficiário, sendo responsável pela implementação do projeto, nos Açores, tendo as tarefas específicas de elaborar uma Proposta de Plano de Conversão dos Açores em Destino Turístico Inteligente (DTI) e implementação de ações na área piloto – Praia da Vitória, na ilha Terceira (criação de soluções tecnológicas inovadoras).

Impacto na RAA:
O projeto SmartDest visa fomentar a cooperação e a transferência de conhecimento entre empresas e centros de investigação, melhorando a “inteligência” do espaço de colaboração com a implementação de soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), que promova a conversão dos Açores num DTI.

Neste sentido os atores do SCTA e as empresas, que participam também no Grupo de Trabalho Temático Turismo da RIS3 Açores, foram convidados a serem stakeholders no projeto, contribuindo para o estabelecimento de redes e parcerias.

Outras Entidades Regionais Envolvidas: Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo; Direção Regional do Turismo; Observatório do Turismo dos Açores; Câmara da Praia da Vitória; Empresa Fundo de Maneio

Stakeholders Regionais Envolvidos:
Atores do SCTA, empresas e outros com competências, participação e atividades nas áreas do Turismo e TIC.
Panorama Financeiro
Orçamento do Consórcio
Contribuição dos Parceiros Contribuição UE Total
283 704,91€ 1 607 661,13€ 1 891 366,04€
Orçamento do FRCT
Contribuição do FRCT Contribuição UE Total
34 302,36€ 194 380,03€ 228 682,39€