Projetos

MOVE-ON
Dos casos de estudo MOVE aos projetos-âncora - definindo as bases para o desenvolvimento do MAES nas regiões ultraperiféricas da Europa
Contrato: 07.027735/2019/SI2.808239/ENV.D2
Tipo: DG Environment | Call for Proposal
Duração: 36 meses (01/05/2020 - 31/10/2022)
Estado: Em Curso
Coordenador: Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia, Portugal
Consórcio:

FRCT – Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia (Açores, Portugal)

LUH – Gottfried Wilhelm Leibniz Universität Hannover  (Alemanha)

URJC – Universidad Rey Juan Carlos (Espanha)

NEXA – Regional Agency for Development, Investment and Innovation (França)

UR – Universite de la Réunion (França)

ABAS – Asociación Biodiversidad Atlántica y Sostenibilidad (Espanha)

UoP – University of Portsmouth (Reino Unido)

WWF France – Fonds Mondial pour la Nature France / World Wide Fund for Nature (França)

IRD – Institut de Recherche pour le Développement (França)

SAERI – South Atlantic Environmental Research Institute (Reino Unido)

UniTrento – Universitá degli Studi di Trento (Itália)

NBE – Nova Blue Environment (França)

Objetivo do projeto:

O trabalho desenvolvido no âmbito do projeto MOVE destacou os passos seguintes necessários à implementação da abordagem MAES (Mapeamento e Avaliação de Ecossistemas e seus Serviços) nas regiões ultraperiféricas (RUPs) e nos países e territórios ultramarinos (PTUs) da União Europeia.

O projeto MOVE-ON pretende desenvolver quatro Projetos Âncora para avançar na implementação da abordagem MAES naquelas regiões. Estes projetos irão abranger ecossistemas marinhos e terrestres em diferentes localizações e escalas geográficas, englobando todo o espectro desde o desenvolvimento metodológico ao apoio à tomada de decisão. O projeto MOVE-ON pretende contribuir para as políticas e metas da UE e internacionais, desenvolvendo e divulgando diretrizes de boas práticas e recomendações de políticas para melhorar o estado de saúde dos ecossistemas.

Envolvimento do FRCT :
Responsabilidades no projeto:
O FRCT integra o projeto MOVE-ON como coordenador, sendo responsável por assegurar a sua implementação efetiva (componentes técnica, administrativa e financeira), bem como toda a articulação com a entidade financiadora e assegurando a visibilidade e disseminação dos principais resultados. O FRCT também participa nas restantes atividades, nomeadamente na integração e implementação dos métodos em projetos âncora regionais, um dos quais a ser implementado na Macaronésia, e na produção e divulgação de diretrizes de boas práticas e recomendações políticas.

Impacto no SCTA:
O projeto MOVE-ON dará um contributo concreto para o exercício da abordagem MAES (Mapeamento e Avaliação de Ecossistemas e seus Serviços). Prevê-se que o projeto (i) disponibilize contribuições tangíveis das Regiões Ultraperiféricas da UE para a iniciativa MAES, (ii) teste a integração das metodologias MAES (incluindo a Lista Vermelha de Ecossistemas da IUCN) em territórios específicos e (iii) partindo do conhecimento existente, crie e fortaleça uma comunidade científica e técnica da abordagem MAES nos territórios ultramarinos da EU.
Com o desenvolvimento do Projeto Âncora na região da Macaronésia, o MOVE-ON contribuirá para renovar e manter o envolvimento dos atores locais da RAA, assim como a partilha de informação com relevância nas questões dos serviços dos ecossistemas dos Açores, apoiando e capacitando a política regional de biodiversidade e a tomada de decisão nos Açores.

Outras entidades Regionais envolvidas: Direção Regional do Ambiente (DRA); Universidade dos Açores-Fundação Gaspar Frutuoso

Stakeholders Regionais Envolvidos:
Principais atores com competências e atividade na área do ambiente e dos serviços dos ecossistemas, nomeadamente decisores políticos, investigadores e a sociedade civil, que participarão no desenvolvimento de metodologias para a cartografia e a avaliação dos ecossistemas e respetivos serviços nas RUP e nos PTU.
Panorama Financeiro
Orçamento do Consórcio
Contribuição dos Parceiros Contribuição UE Total
74.964,08€1.424.317,55€1.499.282,00€
Orçamento do FRCT
Contribuição do FRCT Contribuição UE Total
8.954,41€170.133,83€ 179.088,24€