Projetos

LuMinAves
Contaminação luminosa e conservação nos arquipélagos da Macaronésia: reduzindo os efeitos nocivos da luz artificial sobre as populações das aves marinhas.
Contrato: MAC/4.6d/157
Tipo: INTERREG MAC 2014-2020
Duração: 36 meses (01/01/2017 - 31/12/2019)
Estado: Em Curso
Coordenador: SEO/BirdLife Canarias, Canárias, Espanha.
Consórcio:

Parceiros
SEO/BirdLife – Sociedad Española de Ornitología (Canárias – Espanha)
SPEA-Madeira – Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (Madeira – Portugal)
SPEA-Azores – Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (Açores – Portugal)
DRAM – Direção Regional dos Assuntos do Mar (Açores – Portugal)
IFCN-IP-RAM – Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, IP-RAM (Madeira – Portugal)
FRCT – Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia (Açores – Portugal)

Participantes Associados
Viceconsejería Medioambiente del Gobierno de Canarias (Canárias – Espanha)
Cabildo de Tenerife (Canárias – Espanha)
Cabildo de Fuerteventura (Canárias – Espanha)
IAC – Instituto de Astrofísica de Canarias (Canárias – Espanha)
Câmara Municipal do Corvo (Açores – Portugal)
EEM – Empresa da Electricidade da Madeira (Madeira – Portugal)
EDA – Electricidade dos Açores (Açores – Portugal)

Objetivo do projeto:

O principal objetivo do LuMinAves é reduzir os efeitos nocivos da contaminação da luz artificial sob a população das aves marinhas na Região da Macaronésia. Desta forma, visa desenvolver uma estratégia comum de forma a reduzir os efeitos da poluição luminosa, assim melhorando o estado de conservação destes animais.

Envolvimento do FRCT :
O FRCT participa nestes projeto como parceiro, com a assistência técnica da Universidade dos Açores (DOP/UAç)
Panorama Financeiro
Orçamento do Consórcio
Contribuição dos Parceiros Contribuição UE Total
168 490,41€954 779,00€ 1 123 269,41€
Orçamento do FRCT
Contribuição do FRCT Contribuição UE Total
13 952,53€ 79 064,32€ 93 016,85€