SMARTDEST promove cooperação entre empresas e centros de investigação para um turismo mais inteligente
DATA: 12 Março, 2020 | HORA: 16:20

O Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia dos Açores (FRCT) participou na 6º Reunião de Consórcio do projeto SmartDest (MAC/1.1b/133) – “Avaliação e proposta de estratégia e desenvolvimento de ferramentas para a conversão das ilhas do espaço de colaboração como Destinos Turísticos Inteligentes”, na cidade do Funchal, Madeira.

O SmartDest, financiado pelo Programa de Cooperação INTERREG MAC (Madeira-Açores-Canárias) 2014-2020, visa obter resultados práticos através de projetos pilotos nas regiões dos Arquipélagos dos Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde, através da implementação de soluções tecnológicas desenvolvidas pelas empresas, juntamente com os centros de investigação.

A última reunião de consórcio focou-se em garantir que todas as regiões consigam cumprir com os resultados propostos do projeto, promovendo, um destino turístico inovador, acessível, integrado, conectado e competitivo, consolidado sobre uma infraestrutura tecnológica que garanta o desenvolvimento sustentável do território e que facilite a interação e integração do visitante com o destino e os residentes, enriquecendo a experiência turística e a qualidade de vida dos residentes.

No âmbito deste projeto, O FRCT tem como papel  fomentar a transferência de conhecimento que auxilie a consolidação do ecossistema de inovação, onde as empresas tenham a oportunidade de se tornarem mais tecnológicas e competitivas no mercado global.

Nos Açores, em colaboração com o Observatório de Turismo dos Açores (OTA) e a empresa Fundo de Maneio, desenvolveram-se vários documentos orientadores para o Turismo na Região, nomeadamente: “Diagnóstico da Maturidade Tecnológica do Turismo nos Açores – DTI” e “Proposta de Plano para Tornar os Açores num Destino Turístico Inteligente – Plano de Conversão”.

O projeto-piloto desenvolvido nos Açores pretende converter a cidade da Praia da Vitória em um DTI, através da “Proposta de Estratégia de Conversão para um Destino Turístico Inteligente – Praia da Vitória, ilha Terceira”.

No âmbito desta proposta, em 2020, será desenvolvida uma solução tecnológica inovadora – “Rota de Turismo Militar com recurso a código QR e realidade aumentada”, que visa ser uma demonstração prática de como iniciar o processo de conversão do destino Praia da Vitória em DTI, utilizando as TIC e fomentando a cooperação e transferência tecnológica entre empresas e centros de investigação regionais.