Governo dos Açores reitera compromisso com a divulgação científica e tecnológica
DATA: 28 Setembro, 2018 | HORA: 9:54

“O Diretor Regional da Ciência e Tecnologia afirmou, em Ponta Delgada, que 2019 será o “ano da divulgação científica e tecnológica” na medida em que “serão implementados, na quase totalidade”, os programas Ciência na Escola, Ciência Cidadã, Ciência e os Media, Investigadores e Divulgação Pública de Ciência e Ciência e Sociedade, no âmbito do Plano de Ação para a Cultura Científica e Tecnológica (PACCTO).

Bruno Pacheco falava terça-feira na apresentação da MacaroNight – Noite Europeia dos Investigadores, que decorre sexta-feira, 28 de setembro, na Alameda das Portas do Mar, e será celebrada em simultâneo nos Açores, na Madeira e nas Canárias.

O Diretor Regional salientou que este evento “permite recuperar a nossa memória através das tradições, demonstrando que o futuro também se constrói através da ciência em que assenta a nossa tradição”.

Neste sentido, adiantou que a iniciativa inclui várias atividades, que assentam em temáticas como a ciência por detrás da fermentação, os primeiros tipos de agricultura nos Açores, a cultura da caça à baleia, a olaria, a navegação e orientação, entre outras.

Bruno Pacheco destacou “a forte componente educativa” da Noite Europeia dos Investigadores, na medida em que dará a conhecer “o que fazem os centros de investigação, o que faz a Rede de Centros de Ciência dos Açores (RECCA) e o que é, afinal, ser investigador”.

Para o Diretor Regional, a divulgação e a promoção da cultura científica são encaradas pelo Governo dos Açores como “obrigação pública”, que implica, cada vez mais, a criação de redes e parcerias, tal como a RECCA, em que os centros são geridos por entidades privadas.

“Este é um modelo de sucesso por haver uma corresponsabilização da sociedade civil na prossecução dos objetivos destes centros enquanto verdadeiros promotores de ciência”, disse.

Bruno Pacheco salientou que os centros de ciência são este ano, em parceria com o Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia, os “grandes mentores” da iniciativa MacaroNight, financiada pela Comissão Europeia, através do programa Horizonte 2020, nas Ações Marie-Curie, e que conta com a participação de vários parceiros dos Açores, Madeira e Canárias.

“O Governo dos Açores encontra-se fortemente empenhado no apoio, na promoção e na valorização de iniciativas que visem despertar a consciencialização pública sobre ciência, investigação e inovação, especialmente em áreas onde a Região tem desempenho e resultados excecionais”, afirmou o Diretor Regional.

De acordo com Bruno Pacheco, “urge desenvolver mais e melhores ações com entidades como os museus, os centros de arte e os centros de arte performativa que permitam demonstrar aos mais jovens que cultura e ciência andam de mãos dadas, ao mesmo tempo que lhes desperta o interesse pela ciência e por querer fazer ciência”.

O MacaroNight – Noite Europeia dos Investigadores é uma iniciativa que, segundo o Diretor Regional, “vem ao encontro das medidas do PACCTO”, dado que “estimula e promove o ensino experimental das ciências, a relação entre ciência, cidadãos e sociedade, a comunicação pública de ciência e a própria atividade dos centros de ciência da Região”.

GaCS/GM”