FRCT organizou o Workshop “Innovative Tools & Transferability in MSP Projects” no Dia Europeu do Mar 2019 – Resultados
DATA: 4 Junho, 2019 | HORA: 12:51

O Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia (FRCT) fez parte no maior evento organizado pela Comissão Europeia na área do Mar – O Dia Europeu do Mar 2019, que reuniu em Lisboa mais de 3 mil stakeholders.

O Dia Europeu do Mar é um evento de cariz internacional, promovido anualmente pela Direção-Geral dos Assuntos Marítimos e das Pescas (DG MARE) da Comissão Europeia que visa promover a importância dos Oceanos e Mares Europeus e os desafios estes se confrontam, em particular, as regiões marítimas e os vários setores de atividades, da investigação à economia.

Em 2019, a celebração do Dia Europeu do Mar teve lugar na cidade de Lisboa (PT), de 16 a 17 de maio, no Centro de Congressos.
Com o mote ‘Empreendedorismo, Inovação e Investimento Azuis’, esta iniciativa proporcionou uma sessão de abertura, oito sessões organizadas pela Comissão Europeia e focadas em várias iniciativas políticas estratégicas da União Europeia para apoiar a Economia Azul Sustentável da Europa, e 28 Workshops temáticos concebidos e organizados por agentes marítimos.

O FRCT, enquanto coordenador do projeto MarSP – Macaronesian Maritime Spatial Planning, organizou, no dia 17 de maio, um Workshop de discussão Interativa, envolvendo mais de 10 projetos financiados pela Comissão Europeia na temática do Ordenamento do Espaço Marítimo (OEM) e que contou com mais de 140 participantes.

Os diferentes atores presentes na sessão tiveram a oportunidade de identificar as ferramentas mais inovadoras, bem como as melhores práticas com potencial de transferibilidade, abordando também os próximos desafios que o OEM.

Programa

O Workshop foi constituído por 4 dinâmicas: ‘Show Practical Solutions – EASME Sister Projects’, ‘Innovative Tools & Good Practices’, ‘Interactive Format’ e ‘Open Disscusion’.

Na 1ª Dinâmica, a DG MARE, apresentou uma perspetiva geral dos projetos de OEM, ressalvando a importância da cooperação e sinergias entre os mesmos. Nesta sessão, participaram os projetos – PanBaltic Scope, Ocean Métiss, SEANSE e o MarSP.

De seguida, em formato ‘flash’, apresentação de 3 minutos, diversos projetos, atores e iniciativas, como a European MSP Platform, IOC-UNESCO e MSP Global, CPRM, etc., partilharam as ferramentas e as melhores práticas correntes no OEM.

A seguinte sessão, moderada pela Universidade dos Açores, decorreu num formato mais dinâmico e interativo. Através da plataforma Sli.do, os participantes submeteram o seu feedback às questões colocadas. De seguida, gerou-se uma discussão aberta entre os participantes e oradores.

O Workshop terminou com umas palavras de agradecimento do Eng. Bruno Pacheco, Presidente do Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia.

Principais resultados obtidos

Este Workshop foi uma excelente oportunidade para demonstrar a sinergia e cooperação existente entre projetos e iniciativas europeias como também internacionais no âmbito do Ordenamento Espacial Marinho

Este Workshop contou com 144 participantes registados, dois moderadores, quatro oradores de painel e oito oradores ‘flash’.

Sli.do – Sondagens

No âmbito das três questões lançadas no Sli.do, reuniu-se 189 inputs da audiência, o qual significa que em média 63% da audiência votou em cada questão.

1ª Questão:. Que perspetiva tem um maior impacto na implementação do OEM? (Which perspective has a higher impact on MSP Implementation?)

2ª Questão: Qual é a ferramenta mais inovadora e transferível? (Which tool is more innovative and transferable?)

3ª Questão: Numa palavra, defina o próximo desafio para o OEM? (In one word, state the next challenge for MSP?)

Sli.do – Questões Livres

Durante o decorrer do Workshop, os participantes tiveram a oportunidade de submeter as suas questões através da plataforma Sli.do. Esta sessão de discussão foi muita ativa, sendo submetidas 15 questões que gerou 118 votações no total. As questões mais votadas e discutidas foram as seguintes: