Decorreu o primeiro Workshop do projeto europeu MISTIC SEAS III
DATA: 18 Novembro, 2019 | HORA: 13:24

O Instituto Espanhol de Oceanografia (IEO) acolheu o primeiro Workshop do projeto coordenado pelo Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia – MISTIC SEAS 3, em Tenerife (Canárias).

O MISTIC SEAS 3 visa definir uma abordagem comum para abordar o Descritor 4 (D4) – cadeias tróficas da Diretiva-Quadro da Estratégia Marinha (DQEM) na Macaronésia (Açores, Madeira e Ilhas Canárias). O principal objetivo desta Diretiva Europeia consiste em alcançar o bom estado ambiental (BES) das águas marinhas, tendo para tal definido 11 indicadores (descritores) para a avaliação do estado das águas marinhas, estabelecido programas de monitorização, bem como medidas para melhorar os habitats e estado de conservação de espécies marinhas.

Durante dois dias, o consórcio deste projeto trabalhou conjuntamente com a comunidade científica de Portugal e Espanha, com o intuito de contribuir ativamente para o avanço do conhecimento sobre a biodiversidade marinha da Macaronésia. No âmbito da cooperação estabelecida entre os Governos de Portugal e Espanha, mais de 30 especialistas do ambiente marinho abordaram o estado de saúde das cadeias tróficas dos oceanos.

O foco principal deste workshop consistiu na decisão sobre os melhores indicadores para a avaliação do estado destas cadeias tróficas e sua aplicabilidade na sub-região da Macaronésia, na avaliação das ferramentas e metodologias mais úteis para esse fim e na identificação das lacunas de dados para que, quando necessário, se proponha programas para a recolha dos mesmos.

A mesa de abertura deste workshop foi dirigida pelo Consejo de Investigaciones Científicas e pela Fundación Biodiversidad del Ministerio para la Transición Ecológica e contou com a presença do Vice-Ministro de Combate às Mudanças Climáticas do Governo das Ilhas Canárias, Miguel Ángel Pérez, e do Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia representado pela coordenadora do MISTIC SEAS 3, Luz Paramio