Açores estão em condições de integrar a Presidência Portuguesa da União Europeia “de forma marcante e significativa”, defende Susete Amaro
DATA: 24 Fevereiro, 2021 | HORA: 10:45

A Secretária Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital destacou hoje, na Horta, a posição geoestratégica de excelência da Região Autónoma dos Açores como “uma oportunidade única” para integrar a Presidência Portuguesa da União Europeia “de forma marcante e significativa” em áreas que definem algumas das prioridades da Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital.

Susete Amaro falava na conferência de imprensa de apresentação de eventos nas áreas da ciência, inovação e transição digital a realizar na Região Autónoma dos Açores, no âmbito da Presidência Portuguesa da União Europeia 2021, onde foi acompanhada pelo Presidente do Governo Regional.

A governante referiu dois momentos marcantes que destacam a posição da Região e o seu grau de comprometimento com as estratégias europeias, nomeadamente a conferência “All-Atlantic 2021”, que designou como um dos eventos “âncora” da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, assim como a visita dos Conselheiros do Grupo de Trabalho Espaço da União Europeia à ilha de Santa Maria.

Relativamente à “All-Atlantic 2021”, a Secretária Regional disse tratar-se de uma “Conferência Internacional de Alto Nível, envolvendo os ministros da área da Investigação e Inovação do Atlântico e dos estados membros da União e especialistas para alavancar a Cooperação Atlântica de ‘polo a polo”’.

“Está, neste momento, em fase de elaboração o programa definitivo, sendo certo que constituirá um marco na afirmação da importância dos Açores e da sua posição estratégica”, afirmou.

“A Declaração dos Açores da Presidência Portuguesa da União Europeia e a Plataforma de Pledging do Atlântico, a serem apresentadas no final da conferência, resultarão em instrumentos cruciais para fortalecer e contribuir para a contínua cooperação, no sentido de uma utilização cada vez mais responsável e partilhada de um tão rico e vasto recurso como o Oceano Atlântico”, acrescentou.

Quanto à visita à estação Geodésica e Espacial de Santa Maria, Susete Amaro entende que servirá para “demonstrar aos representantes dos estados membros as capacidades no setor do Espaço do país, e em particular da Região Autónoma dos Açores”.

“Esta será também a oportunidade para a apresentação do projeto de construção do Space Port na ilha de Santa Maria, elemento essencial na estratégia dos Açores para a área espacial, numa visita que terá o acompanhamento da equipa da Estrutura de Missão dos Açores para o Espaço”, disse ainda.

“Nestes dois eventos sublinha-se o reforço da posição dos Açores, quer a nível diplomático, quer do ponto de vista geoestratégico, marcando uma posição central no desenho das competências do mar e do espaço, e assumindo-se a região como parceira determinante no âmbito de domínios que constituem preocupações do presente e contribuição para as próximas gerações”, terminou.